Grupo GFT aposta em Transformação Digital como estratégia de negócios para o segmento financeiro

Grupo GFT aposta em Transformação Digital como estratégia de negócios para o segmento financeiro

Experiência da provedora de Tecnologia da Informação em projetos de Digital endossa segmento financeiro em evolução disruptiva 

 

São Paulo, dezembro de 2015 – Ser Digital tem sido um grande desafio para as empresas. Isso porque o conceito é confundindo com “estar Digital”, que remete apenas à presença digital por meio de sites, redes sociais, entre outros. O Grupo GFT, provedor de Tecnologia da Informação especializado em Digital para setor financeiro, adverte que os fins continuam os mesmos, mas os meios mudaram, ou melhor, somaram-se. Seja no espaço físico ou digital, o que vale ainda é a experiência do cliente.

“O Digital, entretanto, não foi entendido como uma estratégia de negócio pelas empresas”, esclarece o managing director Latam do Grupo GFT, Marco Santos. O executivo explica que se numa loja física há um escopo de vendas e atendimento, o mesmo deve ocorrer no universo Digital. “O grande dilema que o segmento financeiro está esbarrando é como atingir esta maturidade digital”, completa ele.

 

Esta evolução digital é totalmente disruptiva, justamente por alterar o conceito estrutural de Tecnologia da Informação que estava sendo aplicado até então, assim como pela falta de cases e experiências que tragam referência para o setor. Se por um lado o segmento não sabe como agir frente à nova demanda, os provedores de TI para os bancos são os grandes aliados para fomentar esta discussão.

 

O Grupo GFT, por exemplo, que sempre esteve ligado ao desenvolvimento estrutural de tecnologias, somou recentemente aos seus serviços a First Strategy Digital, conceito que abrange o portfólio de serviços em Digital trazido com a aquisição da empresa espanhola Adesis Netlife. A estratégia reforça o posicionamento da GFT por meio de metodologias como Agile, DevOps e Desing Thinking, entre outras, que têm como intuito agilizar a entrega de projetos e, ou, corroborar para o pleno funcionamento de uma solução. Sob a ótica dos provedores de TI, o modo como comercializar serviços e soluções mudou. Ainda que existentes, os grandes projetos cederam lugar às entregas enxutas em curto prazo.

 

“Essas metodologias são aderentes ao cenário Digital, que está em constante mudança, ou seja, elas dimensionam um plano de atingimento da maturidade para a transformação digital em diferentes metas e, ou, etapas, sempre com o foco na experiência do cliente, que ora precisa iniciar uma transação no celular e, em seguida, terminá-la no computador. Ou ainda necessita de gerenciamento de finanças pessoais em tempo real, como por exemplo, a antecipação e aconselhamento para evitar uma situação indesejável”, explica Santos.

 

Na América Latina, o Grupo GFT conta com dois Centros de Desenvolvimentos especializados em Digital, localizados no México e Brasil. Somados, os dois núcleos empregam mais de 250 profissionais que exportam projetos para o mundo todo. Layout, arquitetura da informação, desenho de produtos digitais, marketing digital e análises real time são alguns dos projetos desenvolvidos para empresas do segmento financeiro. A expertise da companhia em Digital ao redor do mundo contabiliza mais de 600 projetos de inovação digital e tecnológica.

Essas metodologias são aderentes ao cenário Digital, que está em constante mudança, ou seja, elas dimensionam um plano de atingimento da maturidade para a transformação digital em diferentes metas e, ou, etapas, sempre com o foco na experiência do cliente, que ora precisa iniciar uma transação no celular e, em seguida, terminá-la no computador. Ou ainda necessita de gerenciamento de finanças pessoais em tempo real, como por exemplo, a antecipação e aconselhamento para evitar uma situação indesejável.”
Marco Santos Managing Director Latam da GFT
Quote