GFT renova CMMI nível 3 e consolida o seu reconhecimento internacional de padrão de qualidade

GFT renova CMMI nível 3 e consolida o seu reconhecimento internacional de padrão de qualidade

Pela quarta vez consecutiva, companhia renova a certificação Capability Maturity Model Integration (CMMI) nível 3, reafirmando a excelência em gerenciamento de riscos.

São Paulo, julho de 2017 – A GFT, companhia de Tecnologia da Informação especializada em Digital para o setor financeiro, renovou a certificação CMMI nível 3. Desenvolvida pelo Instituto de Engenharia de Software (SEI) da Carnegie Mellon University (CMU), o modelo, utilizado pela GFT desde 2005, avalia a qualidade dos processos e sua aplicação em organizações que desenvolvem projetos de TI.

 

  Para obter a certificação nível 3, todas as áreas de processos foram avaliadas, levando em consideração aspectos como planejamento e monitoramento de projetos, gerenciamento de riscos, desenvolvimento de requisitos, integração de produtos, verificação e validação, gerenciamento de configuração, uso de métricas e treinamento de pessoal. Com a revalidação do CMMI Nível 3, de acordo com o método de avaliação oficial do CMMI Instituto SCAMPI Classe A V1.3, está confirmado que a metodologia de desenvolvimento utilizada pela GFT atende aos requisitos do modelo e está sendo aplicada de forma eficiente em todos os projetos da empresa.

 

  Esta avaliação abrange todos os centros de desenvolvimento do Grupo GFT envolvidos na estratégia do Modelo de Entrega Global, que estão localizados na Alemanha, Brasil, Espanha, Itália, Reino Unido e EUA e, pela primeira vez, incluiu a Costa Rica e a Polônia. O modelo de gerenciamento da GFT oferece aos clientes o serviço adequado no lugar certo porque permite designar o especialista que mais se adequa aos requisitos de determinado projeto, independentemente de sua localização, enquanto um especialista local, que está perto do cliente, coordena todo o processo. O modelo, que é baseado em uma metodologia interna derivada do CMMI nível 3, garante que todos os clientes recebam um gerenciamento de qualidade consistente e eficiente e sem irregularidades.

 

  "Nós reorganizamos e harmonizamos gradualmente os processos locais com os do Grupo GFT, alinhando-os aos do modelo CMMI e seus padrões. A recertificação do CMMI nível 3 reforça a segurança que oferecemos em todos os nossos projetos, além de potencializar a confiança que os clientes colocam em nós”, finaliza o diretor de risco e qualidade operacional da GFT, Manuel Urban.

Nós reorganizamos e harmonizamos gradualmente os processos locais com os do Grupo GFT, alinhando-os aos do modelo CMMI e seus padrões. A recertificação do CMMI nível 3 reforça a segurança que oferecemos em todos os nossos projetos, além de potencializar a confiança que os clientes colocam em nós”
Manuel Urban Diretor de risco e qualidade operacional da GFT
Quote