Relatório 2016 sobre o futuro do banco de varejo

Este relatório patrocinado pela GFT examina as tendências que irão moldar o futuro dos bancos, desde as mudanças no cenário competitivo à crescente importância do engajamento de clientes, demandas da transformação digital e o futuro dos pagamentos. Baixe agora e conheça as dinâmicas que estão definindo as expectativas de clientes na indústria.

Com base em uma pesquisa conduzida no final de 2016, com mais de 800 executivos sêniores do setor financeiro, o relatório “The Future of Retail Banking” examina tendências chave que a indústria, que se encontra à beira de uma grande mudança, tem enfrentado. O relatório inclui capítulos sobre transformação tecnológica e a ascensão de novas e desafiadoras instituições financeiras, o Brexit, inovações em pagamento, soluções Omnichannel e o engajamento de consumidores. Em um momento tão crucial para os bancos, este relatório desafia tomadores de decisão da indústria a inovar e adaptar, ou então enfrentar a extinção.

  • 84 por cento acreditam que os clientes estarão mais propensos a trocar sua conta bancária em um período de 5 anos.

  • 77 por cento acreditam que, nos próximos cinco anos, as mudanças mais radicais nos meios de pagamentos serão impulsionadas principalmente por instituições não bancárias Mobile como futuro.

  • 65 por cento esperam utilizar dados de tecnologias vestíveis para melhorar sua proposta até 2021.

ContactTeaser

Artur Serra, Sales Executive Director Banking

"A GFT trabalha para ajudar nossos clientes a alinhar sua oferta e suas plataformas aos desafios da economia digital - desafios que estão impulsionando uma revolução no setor. Na Europa, o PSD2 (Payment Service Directive 2) está acelerando a mudança rumo à APIs abertas, criando novos desafios, mas, principalmente, incentivando soluções inovadoras que aproximem os bancos de seus clientes."
Artur Serra, Sales Executive Director Banking

Este estudo mostra que tornar-se parte fundamental e indispensável da vida do consumidor digital é algo prioritário na indústria bancária atual. Ao entender a “jornada do consumidor”, os bancos podem ser mais responsivos; se mostrando disponíveis para o cliente a qualquer momento, através do canal escolhido pelo cliente, oferecendo interações mais relevantes e segmentadas. Infelizmente, esta abordagem por si só não será suficiente. O mercado está evoluindo tão rapidamente que bancos podem encontrar grandes dificuldades para continuar de forma independente; colaboração é essencial, e muitos bancos já reconhecem este fato, e estão tomando medidas para trabalharem juntos.

As estruturas monolíticas encontradas em bancos tradicionais começaram a ser desmanteladas, sendo substituídas por métodos de trabalho mais ágeis e incorporando produtos, serviços e canais de FinTechs e outros bancos dentro de uma abordagem bancária mais modular. O API Market do BBVA e o O2 Banking da Telefónica (com suporte do Fidor Bank), são exemplos claros dessa tendência. Ultimamente, estamos nos movendo em direção a um cenário onde o engajamento de consumidores é alcançado por personalização ativa, permitindo uma experiência bancária “feita sob medida”.

Para entender de forma mais aprofundada como a tendência de OmniChannel vem afetando a indústria, inscreva-se em nosso webinar sobre a Experiência Omnichannel e fique inteirado com este conceito de forma prática e clara.

Mais sobre este tema

Results digital banking expert survey 2016

Digital Banking Expert Survey 2016

Results digital banking expert survey 2016

Digital Banking Expert Survey 2016

Para mais informações, entre em contato com nosso especialista