Ganhador do GFT CODE_n15 abre o caminho para desenvolvedores de aplicativos ligados à Internet das Coisas

Ganhador do GFT CODE_n15 abre o caminho para desenvolvedores de aplicativos ligados à Internet das Coisas

Startup de Berlim deixa 450 concorrentes internacionais para trás com seu projeto que elimina a necessidade de conhecimento em hardware para desenvolvimento de projetos de IoT

Hannover, 18 de março de 2015 – A startup berlinense relayr é a vencedora deste ano do GFT CODE_n, concurso de inovação do Grupo GFT. O anúncio foi feito hoje pelo júri durante a CeBIT, maior feira de tecnologia do mundo, que acontece de 16 a 20 de março em Hannover, na Alemanha. A jovem empresa impressionou os juízes com seu modelo de negócio que abre o caminho para desenvolvedores de aplicativos ligados à Internet das coisas. O prêmio levado pela relayr é de € 30.000.

Seu principal produto, "Wunderbar", parece uma barra de chocolate embalada com tecnologia hight tech de sensor. Os vários sensores medem coisas como temperatura, umidade ou movimento, podendo ser quebrados como pedaços de uma barra de chocolate e anexados a objetos físicos. Isso permite que desenvolvedores de software que não tenham qualquer conhecimento de engenharia elétrica, possam projetar aplicativos para smartphones capazes de acessar e analisar os dados medidos, como por exemplo, um aplicativo que controla a temperatura da adega ou o nível de umidade de uma estufa doméstica.
O hardware e o software se comunicam através de uma plataforma aberta cloud de sensores da relayr e permitem que os desenvolvedores criem um início do projeto fácil e rápido para protótipos e aplicações sem fio - transformando smartphones em dispositivos inteligentes.

"O júri escolheu uma empresa que encarna perfeitamente o tema do GFT CODE_n15, 'Into the Internet of Things'", afirma Ulrich Dietz, CEO do Grupo GFT e iniciador do GFT CODE_n.

“O “Wunderbar" faz com que seja muito mais fácil para programadores compreender e aplicar a Internet das Coisas (IoT). E isso também é importante, pois, embora todo mundo esteja falando sobre a Internet das Coisas, especialmente na CeBIT, os obstáculos para desenvolvedores ainda são muito elevados. A relayr elimina esses entraves. A falta de conhecimento em hardware já não é uma desculpa. A simplicidade da solução e as implicações para a IoT deixou o júri sem qualquer dúvida", acrescenta o o managing director Latam do Grupo GFT, Marco Santos.

Antes da decisão ser tomada, os Top10 finalistas do GFT CODE_n tiveram a oportunidade de apresentar seus modelos de negócios mais uma vez ao júri e centenas de visitantes da feira durante a tarde de quarta-feira. Tendo como pano de fundo o Hall 16 e a instalação de robôs ROBOCHOP, projetados por Clemens e Reed Kram Weisshaar.

Os finalistas mais uma vez deram tudo de si e ganharam os aplausos entusiasmados de centenas de especialistas do setor. Nos últimos três dias da feira, todos os 50 finalistas dificilmente tiveram um momento para recuperar o fôlego: potenciais parceiros de negócios, clientes e investidores, bem como milhares de visitantes da feira e meios de comunicação fizeram fila em frente aos estandes afim de questionar os jovens empreendedores sobre seus modelos e estratégias de negócios.

A meio caminho do final da CeBIT, a conclusão de Ulrich Dietz até agora é que "o conceito de Deutsche Messe, de focar em visitantes B2B, teve um impacto muito positivo no GFT CODE_n, bem como os finalistas e parceiros. A atmosfera no Hall 16 é absolutamente fascinante. Ajudado pelo ROBOCHOP, há um verdadeiro espírito de otimismo no ar", pontua Dietz.

EY apresenta o Social Voting Award e Salesforce distribui convite para San Francisco

Não foi apenas a relayr a homenageada da noite desta quarta-feira. A EY, uma das primeiras parceiras do GFT CODE_n, deu início a sua EY Ignite Innovation Challenge: de 4 de março em diante, os usuários de internet foram convidados a votar em seus favoritos através do CODE_n CONNECT. A vencedora foi a Greenbird Integration Technology, de Oslo. EY está convidando a empresa norueguesa a visitar o Vale do Silício para estabelecer contatos com investidores e parceiros comerciais. Já a Salesforce decidiu sortear aleatoriamente uma startup para participar da conferência Dreamforce '15 em San Francisco, e a sorteada foi a Aisoy Robotics, da Espanha.

Mais de 400 startups se inscreveram para o GFT CODE_n, que este ano foi dividido em quatro áreas temáticas: Indústria 4.0, Futuro da Mobilidade, Smart City e Vida Digital. As ideias pioneiras de negócios variaram desde uma plataforma para a criação de redes eficientes de máquinas, até um sistema de segurança de TI baseado em nuvem, sensores inteligentes para medicamentos sensíveis à temperatura e uma solução de navegação indoor para smartphones. Os 50 finalistas ainda vão apresentar suas ideias para os visitantes B2B no Hall 16 do GFT CODE_n, durante a CeBIT, até sexta-feira (20 de março).

O júri CODE_n é composto por: Klaus Bauer (TRUMPF), Klaas Bollhöfer (The Unbelievable Machine Company), Laurent Delaporte (NetMediaEurope), Ulrich Dietz (Grupo GFT), Frank Engelhardt (Salesforce), Manfred Engeser (Wirtschaftswoche), Uli Huener (EnBW) , Carsten Knop (Frankfurter Allgemeine Zeitung), Olaf Riedel (EY), Frank Riemensperger (Accenture) e Benedict Rodenstock (Astutia Ventures).

“O 'Wunderbar' faz com que seja muito mais fácil para programadores compreender e aplicar a Internet das Coisas (IoT). E isso também é importante, pois, embora todo mundo esteja falando sobre a Internet das Coisas, especialmente na CeBIT, os obstáculos para desenvolvedores ainda são muito elevados. A relayr elimina esses entraves. A falta de conhecimento em hardware já não é uma desculpa. A simplicidade da solução e as implicações para a IoT deixou o júri sem qualquer dúvida" ”
Marco Santos Regional Managing Director Latam da GFT
Quote